terça-feira, 16 de abril de 2013

Tarefa 3 - Raios e Trovões

Vejam no vídeo abaixo a natureza em ação:



Caros alunos, que fenômenos físicos estão envolvidos quando ocorre um raio? Que semelhança há com  o pequeno choque que tomamos ,quando em dias secos, andando sobre um tapete  tocamos a maçaneta da porta.? Identifique os processos de eletrização e campo elétrico nos fenômenos descritos acima.
Esta é a última tarefa do bimestre e deverá ser respondida diretamente no post através de comentários, não esquecendo de identificar-se (Nome e Turma)..
Procure responder com suas palavras e não copie respostas; mas você pode complementar uma resposta  que já tenha sido dada. A maior valorização desta tarefa será o trabalho colaborativo da turma.
Data limite 27/04/2013.


29 comentários:

  1. Nome: Luisa Monnerat
    Turma: 3ºC
    Nº:18

    Não sei se está correto, mas foi somente isto o que consegui compreender por meio das minhas pesquisas. Atenciosamente.

    O fenômeno envolvido no caso acima é a eletrostática.

    Um raio é provocado, assim como um choque que levamos ao tocar a maçaneta, pela descarga da corrente elétrica que ocorre com a grande atração entre as cargas de sinais opostos, que no caso do raio, existem entre o solo e as nuvens, ou entre as nuvens, e no caso do choque, entre o corpo humano e a maçaneta.

    No caso do raio, uma nuvem pode se eletrizar a partir das colisões entre as suas partículas. No caso do pequeno choque, ao andarmos sobre o tapete, nosso corpo é eletrizado com cargas negativas. No caso do raio, primeiramente existe um campo elétrico entre as nuvens, e depois entre as nuvens e o solo. No caso do pequeno choque, existe primeiro um campo entre o tapete e o corpo humano, e depois entre o corpo humano e a maçaneta.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Morgana Araújo
    Turma: 3º E
    Nº 15



    Um fenômeno de natureza elétrica, eletrostática, no caso, tem a ver com campo elétrico(O que temos entre as nuvens e o solo e o campo elétrico entre as nuvens). Para que um raio possa ocorrer é necessário que existam cargas de sinais opostos entre nuvens (eletrizadas - pelo atrito entre as partículas) ou entre nuvens e o solo, quando isso ocorre, a atração entre as cargas é tão grande que provoca a descarga elétrica. Pode ocorrer entre nuvens, do solo para nuvens ou de nuvens para o solo. De acordo com a variação do clima os raios podem ser mais ou menos intensos.
    Tal como os raios, os choques que tomamos também são causados por descargas elétricas, por exemplo, entre nosso corpo eletrizado por passarmos pelo tapete e tocarmos a maçaneta.

    ResponderExcluir
  4. Nome: thayná fonseca de Lima
    Tturma: 3E
    Numero: 24
    Para que um raio possa ocorrer é necessário que existam cargas de sinais opostos, positivo e negativo, entre nuvens ou entre nuvens e nuvem e o solo, quando isso ocorre, a atração entre as cargas é tão grande que provoca a descarga elétrica.Para que aconteça este fenômeno tem que ter a variação do clima mais ou menos intenso. A sensação características do choque ,ocorre quando uma certa quantidade de cargas elétricas se move em nosso corpo, as quais podem ser originadas por vários processos. No caso de encostarmos em pessoas, a origem das cargas é o que chamamos de eletricidade estática. Por um processo chamado de eletrização por atrito, uma das pessoas ficou eletrizada( pode ocorrer de ambas ficarem eletrizadas). Ao se tocarem ,há uma transferência de elétrons entre elas, o que faz aparecer a sensação do choque.

    ResponderExcluir
  5. Aluna: Lorena de Andrade - n° 16 - Turma: C
    Bom, ao andarmos sob um tapete nosso corpo fica eletrizado negativamente e ao tocar a maçaneta as cargas negativas são descarregadas para a maçaneta occorrendo, então, o choque. Nesse caso há dois fenômenos envolvidos, eletrostática (a eletrização pelo atrito com o tapete e a transferência de cargas negativas para a maçaneta) e envolve também o campo elétrico (o fato de haver baixa humidade, possibilitando maior atrito e maior eletricidade estática sob os objetos).
    Já nas nuvens ocorre também as duas coisas, as nuvens ficam com carga negativa a partir da colisão entre suas partículas e, em seguida, o campo elétrico ao redor da nuvem (como por exemplo o chão) atrai as cargas negativas gerando, também, uma descarga elétrica devido a grande atração entre as cargas de diferentes meios.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. * correção: umidade
      (Lorena A.)

      Excluir
  6. Nome: Wendy Colley
    N° : 27
    Turma: 3° E

    O fenômeno que acontece com o raio é a eletrostática.
    Durante uma tempestade ocorre uma separação de cargas na nuvem. Em algumas vezes, a grande maioria, a parte de cima da nuvem fica positiva e a parte de baixo negativa. Por indução eletrostática a nuvem provoca uma concentração de carga positiva no solo. Com isso ocorre um campo elétrico gigantesco entre a nuvem e a Terra. Podendo
    assim fazer com que ocorra uma descarga elétrica que nós chamamos de raio. Se comparado com a experiência feita, o que acontece é que ao atritarmos com o tapete adquirimos carga, e ao encostarmos na maçaneta da porta, assim como ocorre entre a nuvem e a Terra, nossa carga faz com que separemos da maçaneta a carga oposta à nossa , fazendo com que nós também criemos um campo elétrico com a maçaneta descarregando a nossa carga, mas como é menor escala não faz com que apareça aquela luz.

    ResponderExcluir
  7. Camila Rodrigues
    Turma: 3°E
    N°: 3

    Bom através de pesquisas cheguei a conclusão que, para que um raio possa ocorrer é necessário que existam cargas de sinais opostos (uma carga negativa e uma outra carga positiva) entre as nuvens ou entre as nuvens e o solo, quando isso ocorre, a atração entre as cargas é tão grande que provoca a descarga elétrica. Sendo assim, relacionando com a matéria estudada nesse bimestre, o fenômeno físico que esta sendo envolvido é o da eletrostática (estudo dos fenômenos elétricos relacionados com a carga elétrica em repouso). Existindo assim um campo elétrico entre as nuvens, e depois entre as nuvens e o solo. No caso do pequeno choque ao andarmos pelo tapete e encostarmos na maçaneta, ocorre também o fenômeno físico da eletrostática. O ser humano, ao passar pelo tapete, se eletriza negativamente e ,ao encostar na maçaneta, que esta eletrizada positivamente, faz com que ocorra a descarga elétrica e levamos um pequeno choque. Devido ao fato de cargas com sinais opostos se atraírem. Portanto existe primeiro um campo elétrico entre o tapete e o corpo humano, e depois entre o corpo humano e a maçaneta.

    ResponderExcluir
  8. Nome:Paulo Henrique Gomes Lima
    Turma:E
    Numero:19

    O fenômeno ocorrido e a eletrostática, isso ocorre pois cargas de sinais contrários se atraem com isto a nuvem carregada suponhamos com sinal positivo (prótons ) e a terra com sinal negativo (elétrons ) com a indução em um campo magnético vão se atrair as cargas e gerar o raio que pode sair tanto da nuvem quanto do chão.
    Falando sobre nosso corpo e o tapete com a maçaneta ocorre a mesma coisa porem com intensidades diferentes

    ResponderExcluir
  9. Nome: Luiz Fernando Gomes Silva
    Turma: 3º ano C
    Nº: 19

    O fenômeno físico envolvido nos dois casos é a eletrostática.

    Para que a formação de um raio se concretize, é necessária a existência de cargas de sinais contrários entre as nuvens, ou entre as nuvens e o solo. Quando há esse tipo de relação entre as cargas, a atração é muito grande, fato que propicia a descarga elétrica.

    Já em relação ao choque quando encostamos em uma maçaneta, andando sobre um tapete, acontece que, quando passamos pelo tapete em dias secos, acumulamos cargas elétricas devido ao atrito entre o tapete e o nosso corpo. Esse tipo de eletrização por atrito faz com que esses corpos adquiram cargas de mesmo módulo, mas de sinais diferentes. Quando tocamos um material condutor (nesse caso a maçaneta), faz com que o excesso de cargas que adquirimos se descarregue para a maçaneta, fazendo com que ficamos novamente com o corpo neutro.

    Nos dois casos, há uma interação entre as cargas elétricas, sendo que o raio é resultado de uma interação bem mais forte entre cargas de sinais opostos, existindo ali um campo elétrico entre as nuvens e o solo; diferentemente se encostarmos em uma maçaneta passando sobre um tapete, uma interação bem mais fraca, mas possuindo também um campo elétrico entre o tapete, o nosso corpo e a maçaneta.

    ResponderExcluir
  10. Nome: Helena
    Turma: 3°C

    Existe uma relação entre os fenômenos físicos e os raios, pois raios são descargas elétricas luminosas e visíveis que são produzidas entre uma nuvem e a superfície terrestre. A Física sendo a ciência que estuda a eletricidade e a eletricidade sendo o movimento dos elétrons em excesso, que podem fluir como corrente nos fios ou como líquidos condutores, fazendo com que as lampadas acendam e os motores funcionem,ou como também podem ficar acumulados como ELETRICIDADE ESTÁTICA. Quando temos uma carga grande o suficiente , temos um choque ou um raio durante a tempestade.

    A semelhança é que nos dois casos há uma troca de cargas elétricas de sinais diferentes , que fazem com que exista um campo elétrico nas duas situações transferindo eletricidade , porém no caso dos raios é bem mais forte do que quando temos contato com a maçaneta após ter contato com o tapete.

    ResponderExcluir
  11. Nome: Nathália Ricaldoni Reis
    Turma: 3ºE
    Nº: 16

    O fenômeno físico é a elestrostática.
    Um raio é provocado, assim como o choque, pela descarga da corrente elétrica que ocorre com a grande atração entre as cargas de sinais opostos. No caso do raio, existem entre o solo e as nuvens, e no caso do choque, entre o nosso corpo e a maçaneta.
    O processo de eletrização que atua na formação dos raios, é o Atrito (as partículas atritam entre si), e o que temos entre as nuvens e o solo e o campo elétrico.

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Tatielly Monique
    Turma : 3° E


    O fenômeno físico ocorrido é denominado ' eletrostátca ' .
    Para que um raio possa ocorrer é necessário que existam cargas de sinais opostos entre nuvens ou entre nuvens e o solo, quando isso ocorre, a atração entre as cargas é tão grande que provoca a descarga elétrica. Tais cargas foram nomeadas de cargas positivas e cargas negativas. A formação de um raio ocorre de forma rápida e violenta. Essa formação se dá a partir da grande diferença de potencial entre as cargas, positivas e negativas, entre nuvens e o solo ou até mesmo entre nuvens, e quando o campo elétrico de uma nuvem supera o limite de capacidade dielétrica do ar atmosférico, que normalmente varia entre 10000 volts/cm e 30000 volts/cm, dependendo das condições locais. O ar que está entre as cargas, ao se ionizar, torna-se condutor, permitindo assim que ocorra uma forte descarga elétrica.
    Na verdade os dois casos são iguais , sendo o raio com maior intensidade . No caso da maçaneta , Isso acontece quando o corpo humano está tão eletrizado que acaba descarregando a energia acumulada (conhecida como energia estática) no primeiro objeto condutor que aparece pela frente. A corrente – formada pelo batalhão de elétrons que passa do corpo para a maçaneta – transita numa velocidade tão grande que dá para sentir esse movimento. É essa sensação que chamamos de choque.

    ResponderExcluir
  14. NOME: Katlyn Camila
    TURMA: 3° E

    O fenômeno físico que ocorre é a eletrostática.
    A semelhança entre os casos apresentados é que ambos são causados pela forte atração existente entre cargas de sinais opostos (No caso do raio interação entre as nuvens ou entre as nuvens e o solo; No caso do choque: entre o nosso corpo e a maçaneta), com a diferença da intensidade do fenômeno que é bem maior no raio.
    O processo de eletrização que atua no raio é a indução; o processo de eletrização no caso do choque é por atrito, que ocorre entre o tapete e o nosso corpo.
    O campo elétrico no caso do raio é entre as nuvens, ou entre as nuvens e o solo; o campo elétrico no caso do choque é entre o tapete e o nosso corpo e o nosso corpo e a maçaneta.

    ResponderExcluir
  15. Eduarda - 3E

    O fenômeno físico que está representado é a eletrostática.
    Para um raio acontecer é preciso que se tenha cargas diferentes (de sinais contrários), entre as nuvens e o solo. Quando isso acontece, a atração entre as cargas é muito grande, o que faz acontecer a descarga elétrica.
    Quanto ao choque que tomamos, passando por um tapete em dias secos e encostamos na maçaneta deve-se ao fato deacumularmos cargas elétricas, devido ao atrito do tapete com o nosso corpo. Ao tocarmos na maçaneta (que é um condutor de eletricidade), o excesso de cargas é descarredado.
    Nesses dois casos, há uma interação entre as cargas elétricas, sendo o ato de encostar na maçaneta após passar pelo tapete, de interação infinitas vezes menor que a interação resultante do raio.

    ResponderExcluir
  16. Nome: Izabela C. Santos Barbosa
    Turma: 3ºC
    O fenômeno representado na experiência é o da eletrostática.
    No caso do tapete, isso ocorre porque ao andarmos sobre o mesmo nos atritamos e ao tocarmos a maçaneta que é condutora de cargas, as cargas que ali se encontravam atraem as que você criou ao andar no tapete, fazendo com que assim elas se atritem e você receba um choque.
    No caso do raio, as nuvens geram um campo elétrico entre elas mesmas ou com o solo, ao se colidirem, suas cargas se atraem gerando assim o raio.
    Ambos os casos são semelhantes.

    ResponderExcluir
  17. Nome:Evelyn Ágnes
    Turma:3°E
    Nos dois casos citados o fênomeno físico envolvido é o da eletrostática.A formação de um raio ocorre de forma rápida e violenta.Essa formação se dá a partir da grande diferença de potencial entre as cargas,positivas e negativas,entre nuvens e o solo ou até mesmo entre nuvens,e quando o campo elétrico de uma nuvem supera o limite de capacidade dielétrica do ar atmosférico.O ar que está entre as cargas,ao se ionizar,torna-se condutor,permitindo assim que ocorra uma forte descarga elétrica.Há primeiro um campo elétrico entre o tapete e o nosso corpo,e depois entre a maçaneta e o nosso corpo.O nosso corpo,ao interagir com o tapete,se eletriza negativamente e ao encostar na maçaneta que esta eletrizada, positivamente, faz com que ocorra a descarga elétrica e levamos um pequeno choque.

    ResponderExcluir
  18. NOME: Nathalia Fernanda Teixeira da Silva
    TURMA: 3ºC
    Nº: 23

    Após análise e pesquisas sobre o assunto, identificamos que: para que ocorra um raio é necessário á existência de cargas opostas, sendo positivas e negativas em corpos destintos, onde o atrito destas cargas opostas originam-se os raios.

    EXEMPLO:
    - Da nuvem para o solo
    - Do solo para a nuvem
    - Entre as nuvens

    A duração de um raio é em média meio segundo, onde neste intervalo de tempo ocorre diversos fenômenos físicos e climáticos. Algumas regiões tem tendência para a formação de descargas elétricas, porém de acordo com a variação do clima os raios podem ser mais ou menos intensos.
    Exite uma grande semelhança entre o pequeno choque que tomamos em dias secos ao tocarmos em uma maçaneta com o de um fenômeno climático, pois a teoria é basicamente a mesma. É necessário a existência de cargas opostas em corpos destintos.

    Exemplo: Ao pisar descalço em um tapete nosso corpo e carregado de cargas negativas, onde em contato com maçaneta que encontra-se carregada com cargas positivas, originam-se uma descarga elétrica (choque).

    ResponderExcluir
  19. Nathyelen Vitoria
    3º E
    Fênomeno fisico que está representado é o a eletrostatica . . Um raio é provocado pela descarga da corrente elétrica que ocorre com a atração entre as cargas de sinais opostos.De acordo com a variação do clima os raios podem ser mais ou menos intensos. A semelhança entre a formação do raio e ao andarmos ao tapete é a mesma, mas com densidades diferentes.

    ResponderExcluir
  20. Carlos Henrique Soares Reis
    3°C
    Quando ocorre o raio o fenômeno físico ocorrido é a eletrostática, a semelhança dos fatos ocorridos é que acontece uma descarga elétrica pelo fato da atração entre cargas de sinal positivo com sinal negativo, ou seja opostas, isso pode ocorrer como por exemplo citado entre maçanetas, entre pessoas, e o tapete, que chamamos de 'choque' mas nada mais é que uma descarga elétrica, e de atração das cargas de sinais opostos.

    ResponderExcluir
  21. Pedro Henrique Santos Ribeiro
    3° E
    O fenômeno físico que ocorre é a eletrostática. Para que um raio possa ocorrer é necessário que existam cargas de sinais opostos entre nuvens ou entre nuvens e o solo, quando isso ocorre, a atração entre as cargas é tão grande que provoca a descarga elétrica. Nesse intervalo de tempo vários fenômenos ocorrem, entre eles os fenômenos físicos e climáticos. De acordo com a variação do clima os raios podem ser mais ou menos intensos. A semelhança entre a formação do raio e ao andarmos ao tapete é a mesma, mas com densidades diferentes.

    ResponderExcluir
  22. Nome: Matheus Henrique
    Turma: 3ºC

    Para que um raio possa ocorrer é necessário que existam cargas de sinais opostos entre nuvens ou entre nuvens e o solo, quando isso ocorre, a atração entre as cargas é tão grande que provoca a descarga elétrica. Tais cargas foram nomeadas de cargas positivas e cargas negativas por Benjamin Franklin, por volta de 1750, século XVIII, quando esse realizou grandes descobertas sobre a eletricidade. Além de identificar o sinal das cargas, positivas e negativas, Franklin demonstrou de modo experimental que os raios são um fenômeno de natureza elétrica.

    ResponderExcluir
  23. Paola Gabriella Lopes

    Para ocorrer um raio é necessário existir cargas de de sinas opostos entre nuvens ou no solo, quando isso ocorre,a atração entre cargas é tão grande, que chega causar a descarga elétrica. E a semelhança no andar da gente no tapete é a mesma coisa, só com diferentes densidades!

    ResponderExcluir
  24. Denise de Sá
    3ºE

    O fenômeno físico ocorrido é a eletrostática, a igualdade dos fatos é a descarga eletrica que aconteçe por haver atração entre cargas opostas, com a maçaneta ocorre a mesma coisa, o choque é apenas uma descarga eletrica.

    ResponderExcluir
  25. Guilherme de Oliveira
    3ºE

    Durante a formação de uma tempestade ocorre uma separação de cargas nas nuvens onde na maioria da vezes a parte de cima das nuvens fica carregada positivamente enquanto a parte de baixo fica carregada negativamente. A carga negativa na pate inferior da nuvem provoca uma indução eletrostática, uma concentração de carga positiva no solo. Isso da origem a um campo elétrico muito intenso entre a nuvem e a terra. Já o fenômeno que ocorre ao nos atritarmos com o tapete e a maçaneta é o mesmo que ocorre com o raio porem em menor escala.

    ResponderExcluir
  26. chen dehua
    3ºE

    que fenômenos físicos estão envolvidos quando ocorre um raio?
    r: eletrostatica e campo eletrico

    Que semelhança há com o pequeno choque que tomamos ,quando em dias secos, andando sobre um tapete tocamos a maçaneta da porta.?
    r: a semelhanca e que ,nos dois fatos , ocorreram uma descarga de eletrons

    Identifique os processos de eletrização e campo elétrico nos fenômenos descritos acima
    r: no caso de raio e eletrizacao por inducao,e outro e por contato.

    ResponderExcluir
  27. Thamyrez Quezia 3ºC

    O fenômeno físico envolvido em ambos os casos é a eletrostática.

    Um raio é um fenômeno em que para acontecer é preciso que existam cargas opostas entre uma nuvem e o chão, quando isso acontece, a atração é muito forte, então temos uma enorme descarga elétrica.

    No choque quando encostamos em uma maçaneta, acumulamos cargas elétricas devido ao atrito entre o tapete e o nosso corpo. Esse tipo de eletrização faz com que esses corpos adquiram cargas de sinais diferentes. Quando tocamos um material condutor ,a maçaneta, o excesso de cargas que adquirimos se descarregue para a maçaneta, fazendo com que ficamos novamente com o corpo neutro.

    Nos dois casos, há uma interação entre as cargas elétricas de sinais opostos.

    ResponderExcluir
  28. Raphaela Miranda
    nº 27
    3º C
    Completando a resposta acima ...

    Como foi dito para que um raio possa ocorrer é necessário que existam cargas de sinais opostos entre nuvens ou entre nuvens e o solo, quando isso ocorre, a atração entre as cargas é tão grande que provoca a descarga elétrica. Tais cargas foram nomeadas de cargas positivas e cargas negativas .A formação de um raio ocorre de forma rápida e violenta. Essa formação se dá a partir da grande diferença de potencial entre as cargas, positivas e negativas, entre nuvens e o solo ou até mesmo entre nuvens, e quando o campo elétrico de uma nuvem supera o limite de capacidade dielétrica do ar atmosférico, que normalmente varia entre 10000 volts/cm e 30000 volts/cm, dependendo das condições locais. O ar que está entre as cargas, ao se ionizar, torna-se condutor, permitindo assim que ocorra uma forte descarga elétrica.
    em relação ao choque que levamos ao encostar na maçaneta eu concordo com a resposta a cima e não vejo outra maneira de completar .
    A relação entre os dois fenômenos é interação das cargas eletricas de sinais opostos

    ResponderExcluir